O que é a personalidade

Aqui vamos tentar definir o que é a personalidade. O site personalidade.org  pretende ser uma forte base de informação cientifica para ajudar as pessoas que necessitam a melhorar e entender o que é a personalidade, e com isso a sua própria vida, a relação com os outros e com o mundo que os rodeia.

O trabalho e a vida estão sempre a fazer-nos novas exigências. Se uma pessoa quiser enfrenta-las com êxito, não pode deter-se e ficar a marcar passo.  Para a humanidade no seu conjunto, o que tem sido perpétuamente característico ao longo do seu desenvolvimento de centenas de milhares de anos, é a sua insatisfação com o que já foi conseguido.

Se uma pessoa sucumbe a um sentimento de permanente satisfação consigo própria e não fez nada pelo seu desenvolvimento, então começa a ficar para trás. Semelhante conceito de satisfação é sempre pouco saudável e, ao fim e ao cabo, constitui fonte de total insatisfação com a vida.

Para realizar os nossos desejos e pretensões nas diferentes esferas da vida deveríamos saber mais do que aprendemos na escola, quer se trate de ensino primário, secundário ou superior.

Vamos, pois, mencionar algumas coisas que uma pessoa não aprende na escola, mas que, no entanto, são importantes para a nossa vida quotidiana e para um desenvolvimento da nossa personalidade:

- Saber como definir o nosso objectivo básico na vida.
- Assegurar as condições de satisfação no trabalho.
- Cultivar aspectos positivos de carácter.
- Saber como estudar racionalmente.
- Praticar a persistência e a força de vontade, e saber como organizar o trabalho.
- Adquirir bons hábitos em todas as esferas da vida.
- Cuidar da nossa saúde, aparência, aptidão física, e alimentação.
- Lidar correctamente com as pessoas.
- Aprender a falar bem.
- Aprender a fazer alguns trabalhos manuais.
- Aprender a lidar com dinheiro.

O que é a personalidade

- Aprender com a experiência de vida.
- Aprender a usar o nosso tempo para estudo, passatempos, e ocupações.
- Aprender a cuidar sistematicamente das coisas que tem de ser feitas.
- Superar crises e dificuldades.
- Criar condições para levar uma vida satisfeita e conhecer momentos de felicidade.

1º Cuidados com a nossa saúde

Enquanto uma pessoa se sente bem não pensa nem por um minuto na saúde. Isso é perfeitamente natural. Só quando adoece, passageira ou permanentemente, é que compreende o que significa ter saúde. Para os jovens a saúde não é um valor mas algo que eles consideram como coisa natural.

A primeira condição prévia para o amplo desenvolvimento da nossa personalidade é a saúde. Portanto é essencial cuidar dela, praticar desportos e fazer exercícios que são a base necessária para conservar um bom aspecto físico.

2º Condutas e Conhecimentos de Psicologia para lidar com as pessoas.

O êxito nos vários domínios da vida depende da maneira como sabemos lidar com as pessoas e de como nos damos com elas.

Porque é que uma certa pessoa é popular ou não? Porque primeiro sabe como agir e dar-se com as pessoas. A segunda, pelo contrário, comporta-se de uma maneira que o torna antipático ás pessoas e contudo não tem a mais pequena ideia do efeito que lhes causa.

Na vida é importante saber-se o efeito que diferentes comportamentos e palavras produzem nas pessoas e este é um ponto fundamental no desenvolvimento da nossa personalidade.

3º Características positivas de carácter.

A maior parte das pessoas crê que no seu carácter existem qualidades positivas universalmente reconhecidas. Como podemos saber quais dessas qualidades são positivas e quais as negativas? Não olhando para nós mas para os outros. Entre as qualidades dos nossos íntimos, quais delas nos são agradáveis e quais as que nos são desagradáveis? Visto que a maior parte das pessoas reage da mesma maneira, observando os outros ficamos a saber ficamos a saber que qualidades devemos suprimir e quais as que devemos deixar ficar.

Um certo indivíduo, por exemplo é capaz de descompor outro e contudo, diz a si próprio que o seu carácter possui um lado positivo – a franqueza. Mas quando esse individuo encontra outro que procede com ele da mesma maneira, muito provavelmente não vê nisso um lado positivo do carácter do ofensor e considera-o um grosseirão.

4º Desenvolvimento das capacidades intelectuais.

Quem é que não quer desenvolver as suas capacidades intelectuais? Os cientistas continuam a discutir se a inteligência é qualquer coisa de inato e imutável ou algo que pode ser influenciado durante a vida.

O meio e a educação da criança podem realmente influenciar muito. A inteligência de uma criança desenvolve-se de acordo com quantidade de impulsos e ideias que lhe fornecem.

Esta é uma importante lição para a autodidáctica e para todos quanto desejam continuar a desenvolver a sua personalidade na esfera da inteligência.

5 º Persistência e força de vontade.

Uma pessoa precisa de persistência e força de vontade para levar a cabo os seus planos. O leitor deve conhecer casos de estudantes talentosos que depois não se adaptam á vida prática, enquanto outros, que não eram tão brilhantes nos estudos, se governavam mais tarde muito melhor.

Muitas pessoas menos dotadas tem de trabalhar mais na escola e na vida, mas na prática sabem como se devem orientar. Por outro lado, muita gente mais talentosa não estuda sistematicamente na escola porque aprender é fácil para ela.

Na vida não basta ter inteligência, precisa-se também de possuir vontade forte e persistência. Estes postulados de um trabalho bem sucedido devem ser exercitados.

6º Bons hábitos.

Somos capazes de com o tempo de executar muito facilmente trabalhos e actividades que se tornaram num hábito. Por conseguinte, toda a gente deveria de contrair muitos hábitos úteis durante o estudo e o trabalho.

Quem não possui hábitos úteis e não trabalha sistematicamente, é incapaz, sob muitos aspectos, de competir com uma pessoa que simplificou o seu trabalho introduzindo nele um certo número de bons hábitos.

7º Conhecimentos de bons métodos de estudo e de trabalho.

Uma pessoa pode escolher para qualquer actividade que seja o método mais conveniente, isto é, trabalhar de modo mais racional quer se trate de pregar um prego, mudar um pneu ou revelar uma fotografia. O estudo e o trabalho tem os seus próprios métodos, e aquele que domina alcança melhores resultados do que quem os ignora.

Não menos importante é conhecer e saber organizar o nosso trabalho quotidiano e ao mesmo tempo arranjar tempo para o descanso e recreação. Quem não souber como economizar tempo não consegue ser bem sucedido. Muitos jovens não são capazes de organizar o trabalho, e não só lhes falta o tempo para cumprirem as suas obrigações como também para se distraírem.

8 º Capacidade para superar dificuldades e crises na vida.

Não há uma única pessoa que não tenha tido dificuldades e até crises na sua vida. O leitor sabe que a vida não será sempre fácil? Sabe que terá de superar maiores ou menores dificuldades e que está sujeito a ter de enfrentar crises muito grandes na sua vida?

Há um ditado: Homem prevenido vale por dois. É muito importante esperar dificuldades e saber como os golpes do destino afectam uma pessoa, quais os sintomas e como é que uma pessoa se adapta às crises.

9 º Nunca é demasiado tarde.

Só aquele que não se sente satisfeito apenas com aquilo que a escola lhe ensinou e continua a sua auto-aprendizagem e o seu auto-aperfeiçoamento pode esperar ser bem sucedido nas diferentes áreas da sua vida e alcançar satisfação, porque desenvolve a sua personalidade e assim torna-se um ser humano equilibrado e harmónico.

Qual a forma e que métodos usar para alcançar tal fim é o objectivo deste site.

Todos nós somos diferentes, por isso também temos diferentes oportunidades, de acordo com a nossa educação, as nossas condições de trabalho, o tempo disponível, o facto de vivermos na cidade ou no campo, etc. Mas todos nós podemos contribuir para o nosso desenvolvimento interior, uma tarefa constante para quem pretende melhorar a sua personalidade.

Isso significa que a esfera de auto desenvolvimento não se confina apenas aos jovens, aplica-se a pessoas de todas as idades. A auto-aprendizagem intencional ajuda uma pessoa a tornar-se num especialista, ajuda a pessoa a alcançar uma personalidade saudável.

“A parte mais importante da educação de uma pessoa é aquela que ela dá a si própria.” – (E. Gibbon)

No comments yet.